Home > Bruninho3101

Bruno Leonardo Bruno Leonardo

Retrospectiva 2016

27 de Dezembro de 2016

2016 começou para o vasco cheio de dúvidas, com a torcida mais humilhada do que nunca após o seu terceiro rebaixamento em 8 anos, a maior vergonha da historia do clube. Ironicamente, boa parte do elenco e a comissão técnica saíram imunes à catástrofe, devido à QUASE heróica reação na parte final do campeonato, que QUASE livrou-nos da queda, dando uma certa dose de esperança aos torcedores e reconhecimento da imprensa esportiva.

Soubemos utilizar como ninguém o campeonato estadual como excelente pré-temporada. Não começamos o ano de maneira perfeita, alguns ajustes tiveram que ser feitos, mas mesmo sem encantar, conseguimos encontrar um padrão de jogo e emplacamos uma sequencia muito boa de vitórias, nos superamos nos clássicos e o campeonato veio de maneira invicta, surpeeendente, melhor que a encomenda!

Ainda no embalo do estadual, entramos na série B com alta expectativa. Aqueles jogos seriam apenas um cumprimento de protocolo, subir era questão de tempo. De fato conseguimos manter bons resultados no decorrer da série B e nossa invencibilidade se manteve por mais alguns jogos, mas aos poucos, a ausência de alguns jogadores importantes no primeiro semestre, como Riascos e Rafael Vaz, aliados a brusca queda de rendimento de Nenê e Rodrigo, destaques nos seus setores, a contusão de Marcelo Mattos, que equilibrava defensivamente o time e supostos problemas internos, indicando um racha no elenco, fizeram ruir o trabalho até então elogiável do tecnico Jorginho. Não que ele não tenha a sua parcela de culpa, na minha humilde opinião, errou e errou muito, sua manutenção foi um erro, deveria ter saido aos primeiros sinais de que tinha perdido a autoridade sobre o elenco. A falta de padrão de jogo foi flagrante, a opção por escalar um time com idade avançada foi um erro evidente que durante meses não foi corrigido. O treinador não conseguia mais manter o grupo de jogadores motivados, definitivamente não aprendeu com os erros, se agarrando às suas convicções de maneira insistente e burra. Se mostrou um treinador de repertório limitado, uma pena.

Após terminarmos mais um ano muito aquém das nossas expectativas, nossa diretoria nos "brinda" com a escolha de um técnico rejeitado pela imensa maioria de nossa torcida, que nuna sequer conquistou um título na carreira, quando existiam diversas outras opções mais interessantes no mercado. Os nomes cogitados como possíveis reforços até o momento são jogadores em fim de carreira ou reservas em seus times (jogadores em baixa) ou meros coadjuventes ou simplesmente apostas ou cavadas de empresarios.

Sem falar que se fizéssemos uma campanha minimamente decente na série B, nosso planejamento já poderia se inicar em outubro e não precisaríamos aguardar "presentes de natal", contratações tardias e decepcionantes. É assim que começaremos 2017, que Deus nos ajude!

 


Compartilhe

Mais comentadas