Home > Cleiton_FM

Fora Eurico Fora Eurico
Foto: Google.com

Depois de três rebaixamentos, derrotas para adversários medíocres e o apequenamento da marca Vasco da Gama, mas uma mancha foi plantada na história do nosso time no último sábado. E eu não estou falando da derrota para o nosso maior rival dentro de São Januário depois de 44 anos. Isso é do jogo, uma hora ou outra isso iria acontecer. A pior mancha e que deixará uma cicatriz enorme, foi a depredação de nosso estádio, construído há exatos 90 anos.

Ver o estádio ser destruído pelos próprios torcedores, me causaram uma grande tristeza. Um estádio de tantas glórias, que foi construído por nossos antepassados passar por essa situação. Fico me perguntando se esses vândalos que destruíram nosso patrimônio são mesmo torcedores do Vasco. Por que, em minha modéstia opinião, quem fez isso não conhece a história desse clube. Não pode conhecer.

E não foi só isso. Os jogadores do Flamengo ficaram acuados dentro do gramado, não podendo sair, pois seriam agredidos na saída para o vestiário. A que ponto chegamos. Tentar agredir jogadores do rival porque fizeram seu trabalho e venceram uma partida. E venceram justamente, pois jogaram mais que o Vasco, independente se houve ou não pênalti em um lance no decorrer do jogo. Não tem justificativa. Quem faz isso é marginal da pior espécie e não merece carregar a cruz de malta no peito.

Só nos resta agora aguardar a justa punição do STJD. E que os marginais sejam identificados e punidos!

Isso tudo é fruto do ódio que alguns dirigentes, leia-se Eurico Miranda, planta na cabeça do torcedor. Onde tudo é culpa da Globo, do Flamengo, da mídia, da CBF, da FERJ, da oposição, menos dele próprio. O torcedor do Vasco tem que parar de achar que todo mundo é inimigo. Se um jornalista publica que o Léo Valência está próximo de fechar com o Botafogo, este torcedor mais alienado xinga o jornalista no Twitter e diz que a mídia quer colocar o atleta no rival. O final dessa história vocês já conhecem: Léo Valência fechou com o Botafogo.

Se o jornalista publica o que houve na partida no sábado, segundo esses mesmos torcedores alienados, ele quer plantar a discórdia, quando na verdade está fazendo apenas o seu trabalho.

O Complexo de vira-lata instaurado no Vasco da Gama pelo Sr Eurico Miranda toma forma a cada dia que passa. O câncer se alastra no corpo do Vascaíno menos são e ele vai tomando pra si uma mentira como se fosse verdade. Já cansei de ver nesse site que os erros que acontecem contra o Vasco em determinadas partidas é culpa da Globo. É surreal que esses torcedores realmente achem que a Globo manda árbitros errarem contra o Vasco ou mandem jornalistas fazerem matérias mal intencionadas. Vão me chamar de ingênuo, bobo, ou qualquer coisa parecida. Mas como jornalista, me sinto na obrigação de alertar os torcedores: A mídia não é inimiga do Vasco. Se vocês pararem para analisar, todos os torcedores reclamam da mídia, inclusive os de Flamengo e Corinthians.

Voltando ao que aconteceu sábado. Estava lá. Vi o horror que foi aquilo. Torcedores da FJV e Ira Jovem já estavam brigando entre si durante a partida. Quando terminou, a bomba só explodiu.

Esses que se dizem torcedores do Vasco aceitam que o clube perca de 10 a 0 para qualquer um, mas derrota para um Flamengo muito melhor financeiramente e estruturamente por 1 a 0 é um absurdo. Inaceitável. Mais uma vez, isso é fruto do discurso de ódio plantado por Eurico Miranda, que passa a imagem que torcedor e jogador do Flamengo é inimigo, e não é. São apenas rivais, e isso deve permanecer em campo.

O maior culpado de tudo que aconteceu sábado é o Eurico. Ele que alimenta as organizadas. Esse plano de sócio torcida onde o torcedor da organizada paga apenas 10 reais por mês e entra em qualquer jogo do time em SJ é uma prova disso. Se os baderneiros estavam em peso no sábado em SJ é porque tiveram a entrada facilitada com esse plano. Enquanto isso, eu pago uma mensalidade muito mais cara e ainda tenho que comprar o ingresso pra ver os jogos. Difícil, muito difícil.

Aguardo ansiosamente por novembro. Uma eleição limpa e a saída do Ditador da Presidência é o único meio para o Vasco se livrar desse presente terrível. Só nos resta agora torcer.

Fora Eurico!

Cleiton Fernandes - Jornalista

Twitter: @cleitonfmarques


Compartilhe