Home > wilsoncarlosfua

ECON. WILSON CARLOS FUAH ECON. WILSON CARLOS FUAH
Foto: ARQUIVO PESSOAL

 O DIA DO BASTA A ERA MIRANDISTA

        O dia da independência do Vasco será no dia SETE, chega de Eurico Miranda com: o seu atraso administrativo e sem planejamento; atraso de salário mesmo vendendo Douglas e Luan; atraso de estruturas com puxadinho e deixando de construir CT; atraso com o sistema de administração ditatorial onde ninguém pode dar opinião; atraso na colocação de filhos na administração de cargos mais importante do clube e deixando o Clube sem possibilidade para o Vasco tenha em seus quadros  profissionais e a profissionalização do departamento de futebol  (onde se contrata jogadores tipo Muriqui e Luiz Fabiano como salvadores da pátria).

      O Vasco está entre as maiores torcidas, como a  quarta maior torcida do Brasil, mais de 17.000.000  torcedores infelizmente ainda é administrado amadoristicamente, com ranço de todo tipo, desenvolvendo confrontos com a imprensa e tornando o Vasco um dos Clubes mais odiado do Brasil, e, além disso, tornou-se  um Clube sem títulos, sem ídolos, sem possibilidade de crescimento, e, apesar dos pesares ainda é a quarta ou quinta maior torcida do Brasil, isso nos dá a certeza que o Vasco é muito forte, e que mesmo com má gestão a mais de 10 anos, juntos Eurico Miranda e Roberto Dinamite não conseguiram acabar com o Vasco.

      A verdade é que Eurico e Roberto já prestaram serviços ou desserviços  ao Clube de Regatas Vasco da Gama, mas chegou a hora de mudar, chega de atraso, chega de administração arcaica e absolutamente sem transparência, mas o dia sete está chegando e nesse dia todos os sócios que amam o Vasco, tem que votar contra Eurico Miranda, pois o Vasco apesar de Forte e Amado por milhões de torcedores não suportará mais três anos de atraso e de ditadura.

     Vamos acreditar na renovação e confiar na esperança de que a partir de 2018 possamos passar a régua nesse passado triste, onde todos os Cruzmaltinos foram humilhados e debochados. O Vasco passou uma década  contando pontos para não ser rebaixado, mas dia SETE será a grande oportunidade democrática e que através dos votos, os Sócios poderão destronar esse Senhor Miranda que pensa o Vasco  como se fosse um patrimônio dele, e o pior, prega o ódio e tem visão caolha, pois só pensa em vencer um único time, e tem em seu planejamento a contração de jogadores ultrapassados e desempregados.

         Dia sete será o começo da reconstrução verdadeiramente do Clube de Regatas Vasco da Gama, sem os sentimentos baixos e ditatorial do Senhor Miranda,  pois em todos os países, onde foi presidido por regime ditatorial, o resultado final  foi acumular o atraso e falência administrativa. 

    Dia 7, será o dia do basta.

Economista Wilson Carlos Fuáh – É Especialista em   Recursos Humanos e Relações Sociais e Políticas, e apaixonado pelo VASCO.

Fale com o Autor: [email protected]

Compartilhe