Home > albertomeunomedeusuario

Já sinto um ar mais saudável no ambiente do Vasco, como também nas esferas que circundam o futebol, que não se pode dispensar. Dentre essas, a mídia. O Vasco me dá a sensação de ter sido resgatado de um cativeiro. O sequestrador, Eurico Miranda, embora não tivesse o destino que merecesse, o desligamento de qualquer atividade política do clube, ficou no ostracismo. Acredito que hoje, o que é o normal, o presidente do clube no futebol, é coadjuvante e não protagonista. A esperança é a última que morre, mas morre.No caso do Vasco, para mim, a esperança reviveu. Uma ressureição. Aproveitando a semana de Páscoa. Os torcedores do Vasco acredito que saíram da indignação. Agora, deve ser paciente.Só há paciência com confiança. Acredito na diretoria atual. Reconheço que houve deslises na última eleição.Um "jeitinho à brasileira" que tirou o brilho do pleito. Demonstrou a necessidade de mudança no estatuto do Vasco. Uma nova carta que dentre outras coisas, inibam um poder tão ostensivo que teve o Sr Eurico Miranda, como também um limite de reeleições. Bem voltando ao futebol, o Vasco não conquistará títulos sem um bom plantel. Não terá um bom plantel sem recursos financeiros. Já foi tempo em que a principal receita se reservavam as receitas oriundas das arrecadações dos jogos. Deve ser vista com carinho o programa de associados.Atualmente as contratações são refugos de outros clubes, com raras exceções. A salvação vem do time de base. Felizmente, excelente aproveitamento de atletas que subiram para o time titular com sucesso.Haja visto o Paulinho.Jovem com os pés no chão. No gramado é destaque. Fora dele se mostra bem responsável , discreto, sem deslumbramento. Salários atrasados são subestimado nas vitórias. Nas derrotas é estopim de crise.A diretoria tem que resolver logo, antes do leite derramado.O Vasco tem pela frente jogos decisivos. Dois pelo campeonato carioca e outro pela Libertadores. Pedras no caminho que pode modificar o clima confiança que existe no momento. Se conquistar o título carioca, a derrota na Libertadores pode ficar amortecida. Se negativo, sem ter sucesso em ambas competições, será um golpe no trabalho de soerguimento do futebol no Vasco.Quando acontece só sobrassai o lado negativo. O técnico hoje herói, amanhã vira vilão. O processo de arrumar culpados, geralmente é altamente negativo. Muitas vezes acontecem injustiças. O futebol não é ciência.Sabemos que não há lógica.Não existe 100% de favoritismo para a equipe que tem um cardápio de primeira em seu elenco.Essa equipe pode ser vencida. Portanto, em se tratando de futebol é prudente levar em conta o Iponderável de Almeida, frase de Nélson Rodrigues para explicar os resultados esquisitos do futebol.

Compartilhe

Mais comentadas