Home > Kaiozinho

Yan Yan
Foto: Globoesporte

Foi agoniante, desesperador, frustrante, são muitos os adjetivos negativos que podem se encaixar perfeitamente no sentimento do torcedor vascaíno, durante a semifinal do Carioca, neste domingo, no Maracanã.

Pelo menos durante praticamente todo o primeiro tempo, e no começo do segundo, onde o vascaíno viu um Bangu corajoso, e acima de tudo, organizado. Coisa que seu time demorou bastante a ser durante os 90 minutos, e só começou após ter um pênalti assinalado, logo no começo da segunda etapa. Pênalti esse que foi convertido pro Bruno César, cuja atuação esteve um pouco abaixo do esperado, com boas movimentações, mas pratricamente sozinho no meio campo vasca[ino, Bruno teve bastante dificuldade na criação das jogadas.

O primeiro gol deu a tranquilidade necessária ao Vasco desde o primeiro minuto de jogo, com a vantagem no placar, a equipe da Colina soube trabalhar melhor a bola, e chegar com mais perigo ao gol rival, além é claro, de ter mais segurança na defesa.

Mesmo em desvantagem, o Bangu foi cirúrgico e não demorou muito para empatar, logo após tomar o gol, em contra-ataque de almanaque, os alvirubros conseguiram marcar para garantir a igualdade no placar.



O Vasco porém não demostrou afobação após o gol sofrido, e, numa dessas jogadas bem trabalhadas, Cáceres encontrou Yan Sasse, que vinha sendo criticado pela torcida por sua irregularidade, este limpou o marcador, e encheu o pé para por o Gigante à frente mais uma vez: Vasco 2 a 1.

Após virar o marcador, o Vasco apenas administrou (e muito bem) a vantagem que já tinha, com margem ainda para sofrer um gol (o empate era do cruzmaltino) a equipe passou a trocar passes com mais calma e tranquilidade, e inclusive criando chances de gol, onde poderia ter aumentado a diferença.

As substituições feitas por Valentim fizeram grande diferença no rendimento da equipe, Yan Sasse, que marcou o gol da virada, Lucas Santos e principalmente Raul, entraram muito bem e mudaram a cara do time.

Com a vitória, o Vasco assegurou vaga na final do Carioca, contra o Flamengo, nos dois próximos domingos, sem vantagem para nenhuma equipe, empate levará a decisão aos pênaltis.

Compartilhe

Mais comentadas