Home > albertomeunomedeusuario

Quando terminará a dívida dos pecados? O vasco paga seus pecados e  a dívida não acaba.Deve ser imensurável. Pela quarta vez, vive o infortúnio da convivência com a série B. Uma torcida humilhada, há muitos anos.Hoje, o sonho de subir para a série A, está cada rodada que passa, mais distante. A herança do pecado deixada pelas diretorias que passaram pelo clube, me parecem impagáveis.As conquistas do Vasco na era Eurico Miranda, foram vitórias de Pirro. Causou tantos estragos que não valeram a pena. O Gigante de outrora, se apequenou. A realidade do Vasco é cruel. Temo pelo destino de nosso Vasco da Gama. Resta somente o amor da torcida.Quanto tempo esse amor permanecerá? Tanta afeição pelo clube, me faz lembrar um samba de Ataulfo Alves, "Ai que saudades da Amélia". Amélia é que era mulher de verdade. Mesmo passando fome ficava ao lado do marido. Não tinha vaidade. Quando o marido estava contrariado, dizia o que há de fazer?  A torcida é a Amélia do matrimônio com o Vasco da Gama. Nessas últimas rodadas, com a vitória nas mãos, cede empates, já na prorrogação. O deus de futebol, ainda não perdoou os pecados. Uma via crucis sem fim, tem sido a vida dos torcedores do clube.Há muitas pedras no caminho para o Vasco se soerguer. Se fosse só poeira talvez,sacudia, e dava a volta por cima. Se servir como consolo acho até, que para subir seja um vôo de águia, e não um salto de galinha, Um retorno à série A de forma sustentável, sem risco de descer para a série B, mais uma vez. A essência do Vasco é o futebol.No meu entendimento deveria fazer uma arrumação dentro do clube. Todas as despesas, fora futebol, deveriam ser cortadas, corte na carne, tais, como : despesas de manutenção dos imóveis que não atendem o futebol; ginásio, sede náutica, etc.até a situação financeira estiver saudável. Para que tanta vice-presidências? Tantos Conselheiros? Um Novo Vasco da Gama. Um novo nascimento.Para isso, uma nova certidão de nascimento, isto é um Novo Estatuto. A mesmice, com outra embalagem, é o pior cenário para a existência do clube. Coragem e gestão com os valores éticos, abraçados pela missão de servir ao Vasco, são capazes de novos rumos. Quando será que a política será instrumento do bem para o Vasco da Gama? Basta da política tóxica que há muito, destrói a alma do clube. Não dá mais para se ver eleições sem escrúpulos, manchadas de vergonha. Vamos fazer um clube de verdadeiros valores humanos. Basta de deturpá-los.Hoje somos um Vasco moralmente doente.

Compartilhe