Home > albertomeunomedeusuario

O profexô no Vasco se renovou.  Houve uma empatia mútua.O que a torna  discutível é o Vanderley Luxemburgo ser torcedor, sócio, do maior rival do Vasco da Gama; o Flamengo. O profexô foi feliz em seu diagnóstico. O Vasco estava em depressão. Um processo  de nanismo.Há muito tempo sofria desse mal, e os que lá passaram não souberam tirá-lo desse foço.Até o momento, os meios utilizados vem surtindo efeito.Dentre esses, a psicoterapia. O Vasco aos poucos resgata a sua dimensão. Os atletas são submetidos pelo profexô a uma sessão sobre a grandeza do Vasco da Gama.Orgulho de servir ao clube.O encontro do passado com o presente de forma real, sem fantasia, foi outro elemento positivo no tratamento.O Vasco, no momento, sofre um processo agressivo de dificuldade financeira.Dívidas antigas que se renovam sem uma esperança de saldá-las. O Luxemburgo mostrou a nudez do Vasco da Gama. A verdade em sua plenitude se tornou um vetor de resgate da expectativa de uma solução.Os atletas acreditam no seu líder, Assim,  se doam na luta para alcançar vitórias. Há muito não vejo o Vasco com tanta dedicação dentro de campo.Após esse  preâmbulo o profexô passou à parte tática e valorização da parte técnica dos atletas. Até o momento, com resultados expressivos. Há, dentro de campo um time organizado.Os atletas não são baratas tontas, sem destino. Um time de operários, seguros de seu dever, sem estrelimos individuais.As pedras são removidas do caminho.O destino do Vasco no futebol,é promissor. A impressão que tenho  é de um time que cresce com sustentação. Não é um voo de águia nas grandes alturas, nem um voo de galinha.Um voo nas alturas de seu elenco.Acredito que ficará entre os dez clubes. Com uma certa dose de sorte, mode almejar a Libertadores.Não acredito que o Vanderley Luxemburgo seja o técnico para o próximo ano. O Vasco não conseguirá resolver totalmente, a pontualidade dos pagamentos dos salários.Processo demorado. Muito menos, contratações de atletas que possam melhorar o elenco e ter perspectivas de títulos. Desejo que a diretoria do Vasco da Gama pense no clube e despreze interesses políticos pessoais.Para se livrar de administrações desastradas, irresponsáveis em prezar o patrimônio, é essencial mudança oe estatuto.Os diretores seriam responsáveis perante à justiça dos prejuízos causados ao clube.

Compartilhe

Mais comentadas