Home > albertomeunomedeusuario

 O tempo tem sido adversário para o futuro do Vasco Rico em dívidas, contraídas ao longo de mais de uma década, vive em agonia, ansioso , luta contra o tempo para liquidá-las. No entanto, o tempo frustra tal esperança, quando se junta à realidade dos cofres vazios.Sem combustível, nem o mais sofisticado automóvel sai da inercia.Não adianta empurrão para se chegar a um destino.O destino do Vasco depende de boa gestão da diretoria, Essa dependência humana traz  incredulidade. O presidente, Campello, ganhou a eleição, desprezando  um princípio moral.Prefeiu entrar pelas portas dos fundos.Com isso, a gestão da nova diretoria sofreu paralisia.Perdeu-se tempo para as cirugias imprescindíveis para combater a doença.O clube viveu periodo de muita turbulência, devido a uma luta de poderes, entre grupos políticos.A caravela ficou à mercê dos ventos.O ano de 2018, foi uma página de rabiscos.Sem conteúdo. O ano que se findou, refloresceu a esperança e otimismo, até então resistentes.O Luxemburgo foi o protagonista do resgate de um novo horizonte.Em pouco espaço de tempo surgiram as boas novas. A grande estrela foi a vitória da campanha de sócios torcedores.A torcida levantou o gigante.O Vasco foi abraçado pela paixão dos torcedores.Deixou os personagens do mundo do esporte perplexos, pelo mar de amor.As glórias se afastaram e tão cedo retornarão.O Vasco desconsiderou o vento da modernidade. Como jumento fincou o pé  e viu o bonde passar.A política tem duas faces,Fada ou bruxa.O Vasco infelizmente, teve o convívio da bruxas em décadas.O tempo dirá qual será o destino do Vasco.Desejo que tenha um voo de águia.Basta de saltos de galinha.

 

Compartilhe