Home > albertomeunomedeusuario

Somos vítimas de ufanismo. Perfil do brasileiro. Louvo a coragem da implementação do projeto sócio torcedor. O sucesso é inimaginável, quando lançado. Aí é que está o perigo.alerta, a velha sabedoria popular. Uma centelha surgiu. A centelha da criatividade Será colocada à prova. Um desafio sem precedentes na história de nosso querido clube. O gigante despertou. Urrou por tê-lo esquecdido por décadas. Está de pé, cheio de coragem. Se depender da envergadura dele, não haverá pedras no caminho para obstruir seu caminho traçado. A nossa torcida é o GIGANTE. É na humilhação que mostramos nossa força. Não perdemos a dignidade. O amor cresceu.As torcidas de nossos adversários vivem momentos de perplexidade. Não entendem que amor é esse. Não barganhamos vitórias nem títulos. Não há o "toma lá da cá". Amamos o Club Regatas Vasco da Gama e ponto. O que a gigante exige é esse mesmo amor dos dirigentes do clube. Pensar no Vasco. Desprezar projetos pessoais contra os interesses do Vasco. Pedimos que a diretoria tenham os pés no chão. Não seja vítima da picada da mosca azul, a conhecida soberba. Só traz males para qualquer gestão. Esse sucesso da campanha sócio torcedor seja um vôo de águia e não de galinha. Tenha sustentação por dezenas de anos. A gigante hoje, está com o peito contraído. Deseja ardentemente, vitórias e conquistas. Só assim, poderá extravasar o peito contido, com uma explosão de felicidade. A felicidade da Gigante é inigualável. Precisamos entender que as coisa não serão fáceis na formação da equipe.Precisamos ter os pés no gramado. Não podemos exigir aquilo que a diretoria não possa oferecer. O ano que termina, acendeu outra centelha  nas sete linhas. A vinda do Luxemburgo foi essa centelha. Vou mais longe, foi essa centelha que acendeu a outra. O Vasco da Gama reconhece esse amor da torcida. Talvez por isso, neglingencie. No momento não abrimos mão do crescimento. Primeiramente com equação de pagamento de dívidas com uma rigidez fiscal. A nossa maneira, a nossa originalidade. Com pés no chão e no gramado chegaremos a felicidade tão desejada.

 

Compartilhe