Home > duamaral

Caros amigos. Felizes com a vitória e o com o título da Taça Rio? Acredito que apesar de tudo, sempre é bom ganhar e ouvir o grito de casaca ecoando pelos estádios afora.

As finais estão próximas e o fim da pré-temporada também. Ou alguém aqui, além do Presidente, ainda acha que o Estadual tem a importância de outrora e não passa de uma pré temporada de luxo?

Pois bem. Quando digo que a pré temporada está no fim é por que a partir de agora acabou os jogos molezinhas, onde o time pode errar, jogar mal, jogar sem intensidade que mesmo assim sairá vencedor. Teremos daqui para frente de um a três clássicos para disputar( finais do carioca) e depois o campeonato brasileiro com um clássico atrás do outro e jogos para lá de encardidos. E o quê o torcedor, depois destes quase quatro meses de pré temporada pode esperar do time do CRVG? O time vai para as cabeças, como disse Dom Eurico? Ou vamos sofrer mais ano na parte debaixo da tabela? Hoje ainda não tenho condições de responder a esta pergunta.

A chegada do treinador Milton Mendes nos deu uma esperança de dias de um melhor futebol no Vasco, E ele ao meu ver vem trabalhando bem. Acertou a defesa, deixando o time mais compacto na marcação. Resultado disto, levamos apenas dois gols depois de sua chegada ao clube na sete partidas disputadas, sendo que os dois gols em um clássico quando o time tinha um jogador a menos. Em um time que era totalmente desorganizado, o primeiro passo já foi dado. Resta agora dar mais poder de fogo ao time. O Vasco ainda cria pouco, finaliza mal e depende muito do Douglas para fazer a transição. Quem diria que um moleque de 18 anos, hoje seria o principal jogador do Vasco,  E por falar em garoto, o Guilherme Costa não pode ser reserva do Andrezinho. Com todo respeito ao Andrezinho, mas ele hoje serve para compor o elenco e entrar nos segundo tempo dos jogos quando o Vasco precisar tocar a bola para garantir um resultado. Não dá intesidade ao jogo e abre o bico sempre nos início do segundo tempo. Acaba sendo  substituição certa para o Milton. Já o Guilherme deixa o time mais veloz e com uma transição rápida de contra-ataque. Acho que o Milton poderia investir em jogadores de velocidade pelo lado do campo, como o Manga e o Kelvin e formatar o Vasco sólido na defesa e com o contra-ataque rápido. Assim poderemos ter algum sucesso no brasileiro. E quando digo sucesso é garantir uma vaga na sulamericana ou com certa dose de sorte uma vaga na pré-libertadores como o Botafogo conseguiu.

É importante também reforçar o time com dois zagueiros, um lateral esquerdo, mais um volante e outro atacante. Gosto de alguns nomes ventilados. Anderson Martins é unânimidade. Paulão pode ser um bom reserva. Egídio se for o jogador do Cruzeiro chega pra ser titular. Se não é melhor manter o Henrique. O Bruno Paulista nunca vi jogar. A imprensa enche a bola dele e conta a favor o fato de ser jovem. Não resta dúvida que precisaremos de um elenco mais jovem para aguentar a intesidade da série A. A prova disto é o time da Ponte Preta que com um elenco jovem, com atacantes rápidos e muito bem armado pelo Kleina está a um passo da final do Paulista e ontem sapecou um sonoro 3 a 0 no poderoso Palmeiras, superando o estrelado elenco alvi-verde com velocidade e muita intensidade.

O certo é que agora a onça vai beber água. Espero, sinceramente que venha o tri-carioca, mas principalmente que tenhamos um brasileiro sem sustos, sem sofrimento e com um resultado esportivo que possa projetar ao Vasco um 2018 com competições internacionais e num patamar de reestrutração que possa levar a essa imensa torcida a dias mais felizes.

Saudações Vascaínas.

 


Compartilhe