Home > marcosaraceni

MARCO SARACENI MARCO SARACENI

Ser jogador

01 de Agosto de 2019

Quando nós erámos crianças o primeiro presente que a gente ganhava era uma bola.

Que alegria....

Iámos para a rua e já forma o nosso time e lá disputar diversas partidas.

Tinha hora para começar a jogar e para terminar quando a mãe da gente nos chamava.

Era uma emoção.

A pergunta que mais se ouvia entre nós era: O que você vai ser quando crescer?

Todos respondiam ao mesmo tempo...

- Jogador.

Hoje estamos vendo que essa realidade se torna díficil como qualquer profissão, pois você têm que ter esse talento nato apurado em 100% e ter um empresário que invista o seu tempo em você. Não é como antigamente que a gente jogava descalço, não tinha tempo para aquecimento, preparação. Nós jogavamos com amor e com disposição.

Hoje "Ser Jogador", virou uma enquete de preparação da mídia.

O cara têm que ser simpático, ter aparência, discreto e cair na graça de quem o vê.

Futebol não precisa mais, pois o que importa não é o conteúdo e sim a embalagem que o envolve.

Vejo meninos sonhando seus sonhos e sendo esmagados quando têm a sua chance dentro de campo. Porque será?

Será que suas embalagens não são tão apreciadas por aqueles que os veem?

Ser jogador é algo que toda criança já sonhou.

Hoje se você perguntar nas ruas... não irá obter essa resposta.

Pra mim...

Ser jogador é entrar com a alma nos pés.

Correr atrás dos sonhos daqueles que gritam nas arquibancadas o nome do seu time.

É correr até o último suspiro para vencer seus jogos.

É sair de campo com o peito estufado e dizer pra você mesmo:

- Vencemos.

É ter orgulho e jogar com a emoção.

Ser jogador é sentir a dor quando a gente perde.

Se sentir incomodado, triste e chateado.

Mas é lembrar que na próxima será diferente.

Não era assim quando a gente jogava nas ruas?

A dor pelo pisão no dedo, a sola sangrando, o tornozelo doido.

No dia seguinte você estava novamente pronto pra jogar.

E o grito de guerra gritar....

- Vamos ganhar essa... vamos descontar a partida de ontem.

- Vamos dar o sangue.

E não é que a gente ganhava e depois ouvia:

- Vocês roubaram, ganharam na marra, etc...

Não vejo isso mais dentro de campo.

Ser jogador é isso?

Ficar desanimado, triste?

Ser jogador é saber que existe algo muito maior dentro e fora de campo.

Um compromisso com todos que torcem por você e para o time.

Pense nisso!

Compartilhe